quarta-feira, 14 de março de 2007

Por vezes a Justiça é tramada

Venho aqui a falar da menina que foi raptada, em Penafiel e que toda a gente está contente porque finalmente ela vai ter com os pais verdadeiros. E que finalmente se fez Justiça.

Eu pessoalmente não estou nada contente, antes pelo contrário acho mal. Realmente por vezes a Justiça é tramada.

Aliás ate acho que a professora que a raptou merecia não a prisão preventiva mas sim uma medalha.
Considero até que o que se passou ali não foi um rapto mas antes sim, uma operação de resgate, de salvamento.

Em primeiro lugar, o nome que ia ser dado à menina pelos pais, e que agora um ano depois, vai “finalmente” (pus “ “ porque a palavra finalmente ficava bem enquadrada na frase, porque de finalmente não há nada) ser-lhe dado é Andreia Elisabete. (ah é verdade o nome que a professora escolheu para a menina foi Joana). Acho que de Andreia Elisabete para simplesmente Joana...as diferenças estão notorias, e facilmente se percebe quem é que fez ou vai fazer mal a quem.

Em segundo lugar, a dita professora salvou a menina de conviver numa casa cheia de irmãos, dando-lhe a possibilidade de viver numa casa com espaço, e sem ter uma camada de pelintras que de manã ao pequeno almoço acabam com os cereais, à tarde com o fiambre para o lanche, e à noite fazem tanto barulho que não a deixam dormir..! Como é bom ser filho unico, ou quase....!

Com a operação de salvamento a professora evitou ainda, se bem que por pouco tempo, que a dita criança, convivesse com pessoas, os irmãos, com nomes como Sílvia Cristina, Ana Paula, Sergio. O que mais uma vez acho bem, a criançada deve desde cedo ter contacto com o bom gosto.

Em quarto lugar, a professora evitou que a dita criança, vivesse com uma mãe que tem tiradas brilhantes como esta ““uma boca a mais para alimentar não os assusta”. “Dá para tudo e não falta amor nesta casa”. Pois, uma pessoa que tem 7 filhos realmente não é amor que falta nessa casa, mas sei lá, talvez umas pilulas, e uns preservativos.

Em quinto lugar evitou que a dita criança servisse de cobaia, porque ao que parece a irmã mais velha dela, tem 17 anos, e segundo o irmão essa irmã “Estive com a minha irmã na escola hoje [ontem] e estivemos a falar da bebé. Ela começou aos saltos quando soube que ia voltar para casa”. Ou seja começou aos saltos como quem diz, “Upa upa, estava com tanto medo de não saber tomar conta do meu bebé que vem ai. Com a Andreia lá em casa já posso treinar. Será que a mâe vai deixar que seja eu a dar-lhe de mamar”


Ora acho que alguem que tudo faz para evitar uma catastrofe destas que acabei de descrever merecia ser louvada e não condenada, dai eu ter dito que a professora merecia uma medalha e que por vezes a justiça era tramada.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

p.s: em baixo deixo o link onde me inspirei para escrever o texto

http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=234495&idselect=9&idCanal=9&p=200

terça-feira, 13 de março de 2007

Pontos de exclamação em vez de interrogação!

Não sei se vocês já ouviram aquela história das armas de destruição maciça, e dos relatórios falsos, etc e tal. É que agora recentemente veio uma nova polémica a publico.

É que ao que parece o relatório que foi fornecido pelos inspectores da ONU, sofreu uma pequena alteração.

Parece que nos sitios onde havia pontos de interrogação, eles fizeram uma ligeirinha alteração e puseram pontos de exclamação.

Ou seja é apenas a diferença entre uma interrogação e uma afirmação. Pouca coisa.

Agora era giro ver isto em situações como esta:

No namoro.

Querida, hoje vamos fazer amor?
Querida hoje vamos fazer amor!

Ora aqui passava de mera sugestão, para uma ordem. Era um bocado como violar a nossa namorada, porque quando perguntamos e levamos um não aceitamos. Agora quando fazemos uma afirmação, é mesmo querendo ou não querendo mais nada!

Numa entrevista, sei lá, à Fatima Felgueiras

Sra Presidente, a Sra fugiu para o Brasil?
Sra Presidente a Sra fugiu para o Brasil!

Isto era o jornalismo agressivo, assim à Manuela Moura Guedes, quando ela ainda podia aparecer em público. Não havia cá perguntas da tanga, era afirmar logo...!

Num jogo de futebol do FCP, em que antes o arbitro teve direito a café e comeu fruta, o arbitro dirigindo-se para o seu fiscal de linha

Olha, foi Penalty?
Olha, foi Penalty!

Aqui era o arbitro passar de uma duvida, para uma afirmação onde o arbitro diz ao seu colega, tu vê se dizes que é penalty, que é melhor para os dois.


Numa conversa entre ciganos

Ah João Manueelllllll tas te armaree em parvo?
Ah João Manueelllllll tas te armaree em parvo!

Numa conversa entre ciganos, não faz muito sentido a troca. Porque eles tanto quando perguntam como quando afirmam, o resultado é o mesmo, porque eles estão sempre afirmar, e ai de quem diga o contrário


Numa conversa entre os tipos dos concertos fantasma de hip-hop no pavilhão atlântico

O 50 cent virá?
O 50 cent virá!

A diferença, é pouca aqui. Porque entre eles haveria sempre de haver interrogação, ou então haveria sempre a afirmação, mas pela negativa, na ele não vem. Para o publico é que aparece sempre como uma afirmação.

Numa conversa de engate num bar

Tu consideras-me um gato?
Tu consideras-me um gato!

Acho que a diferença aqui, entre ? ou !, na conversa de um bar, depende dos copos que já bebemos. Quando estamos sobrios, ainda perguntamos, só mesmo bebados é que nos julgamos os maiores garanhões

Entre amigos

Olha vais me emprestar o teu carro?
Olha vais me emprestar o teu carro!

Aqui a diferença é do amigo ser parvo ou muito parvo. Em primeiro lugar ninguem pede para lhe emprestarem o carro..., só um parvo. E em segundo lugar só um muito parvo se deixaria levar por uma afirmação tão estupida como a feita por um parvo.

Num Banco

Vai me conceder o empréstimo?
Vai me conceder o empréstimo!

Aqui a diferença era passar de um pobre coitado que vai pedir um emprestimo ao banco e é todo educado, para uma situação que a pessoa que esta a pedir o emprestimo quase que parece que está a assalta-lo.


Eu acho que vou passar a usar isto na minha vida em várias situações.
Já estou a ver as pessoas para mim, “estas a perguntar isso?” e eu “não sua idota, estou mesmo afirmar, por isso caluda”

Penso que o mundo vai ser bem melhor...

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

segunda-feira, 12 de março de 2007

Santana Lopes é de esquerda!




Venho hoje aqui falar de Pedro Santana Lopes e do que eu descobri sobre ele.
É que afinal Pedro Snntana Lopes é de esquerdae não de direita.

E como sei eu disso?

É que recentemente Pedro Santana Lopes fez uma série de declarações que depois de eu as ter analisado conclui que demostram claramente que este é de esquerda.

As declarações foram as seguintes:

"Os que estão hoje em dia não vão ficar todos juntos." e ainda “Devemos reflectir se vale a pena insistir em algumas uniões"
(Obviamente que ele falava aqui, e por experiencia propria ,do casamento, e como o casamento devia ser uma coisa a curto prazo. Ora esta ideia é muito Bloco de Esquerda, tudo a curto prazo, casamentos a prazo, gravidez a prazo, ideais politicos a prazo, etc).


“"Há incompreensões e rupturas, pessoais e políticas, que são dificilmente ultrapassáveis"
(Mais uma vez um ideal muito de esquerda. Ou és por mim, ou és contra mim. Aqui Santana mostra o seu lado comunista, partido onde estas situações ou és por mim, ou és contra mim são pratica comum. Bastava ver o que acontece a quem não se levanta para votar o que a doutrina e maioria partidaria impoem nos congressos e nas reuniões de comité).

"Dentro do PPD/PSD existem relações insanáveis entre as pessoas e sobre a maneira de ver a sociedade portuguesa”
(Aqui está ele a dizer mal do maior partido de Direita. A dizer que lá ninguém se entende, e que eles não sabem ver e observar a sociedade portuguesa. Dando a entender que só os partidos de esquerda é que entendem a sociedade).


“Em política, as pessoas não estão eternamente nas mesmas instituições”
(Mais uma vez, aqui a defender os comunistas e bloquistas. Ele está a defender o que estes partidos fazem com os deputados Os primeiros costumam justificar-se assim, “ oh já estas aqui no Parlamento há muito e ainda para mais votaste no outro dia contra o aumento do preço do café no bar do partido, como era objectivo da direcção do partido, por isso rua daqui, já não és deputada, isto não é para ficar a ganhar raizes”. Já os segundos. o Bloco de Esquerda, tem a mania de defender que os deputados só devem estar de seis em seis meses na Assembleia, que deve haver rodagem, mas para mim é mais numa de “é para parecer que somos muitos”).

“Estou é convencido de que o centro-direita não vai ficar como está”
(Agora nesta declaração está numa de ameaçar....a dizer para eles se porem a pau e alerta)

"Não disse que sou eu que não vou ficar.”
(Lá está ele a insinuar que se calhar vai sair do PSD e assumir realmente os seus ideiais de esquerda. Mas para disfarçar por agora, lá diz...”ah não sou eu é um amigo....”. Pois...)

"o Portugal está hoje em dia próximo da Rússia e da Coreia do Norte no incensar do poder".
(Se provas faltavam para mostrar que Santana Lopes afinal é de esquerda, esta declaração tira toda e qualquer duvida. Com que alegria e comoção ele compara o nosso país, a esses dois países).


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

p.s: aqui fica o link onde estão contextualizadas as declarações de Pedro Santana Lopes

http://dn.sapo.pt/2007/03/12/nacional/conflitos_dentro_psd_insanaveis.html

sexta-feira, 9 de março de 2007

Dr House



Caros amigos, muitos de vocês são fans do Dr. House, e eu também sou.

Mas o curioso é que muitos de vocês não sabem onde a série foi inspirada...!

Mas eu vou ajudar.

Primeiro vou explicar o que se passa na série.
Então a série começa com uma pessoa que vai ao hospital porque está doente.

Chega lá e um dos médicos que a vê diz que está doente dos pulmões, outro diz na na, isso éfebre, há outro ainda que diz na és burro, o problema é o figado....chega ainda outro, oh pá isso ai deve ser cancro e ainda vem outra dizer na oh isso não é nada é coração. Por ultimo chega o chefe e o grande especialista, o Dr. House, que dá um diagnóstico que nada tem a ver com o que os outros disseram e que todos aceitam como certo.


E a pessoa fica curada??

Na, qual quê, mesmo o chefe só lá ao quarto diagnóstico é que acerta com o que a pessoa tem,e a pessoa fica curada.

Digam lá, isto não vos faz lembrar nada?? Assim bem perto de nós, se bem que com este Governo alguns ficam bem longe...?

Mas qual é o país que todos conhecemos que uma pessoa vai ao hospital e com sorte acertam com o diagnóstico depois de várias tentativas....?? (digo com sorte, porque por vezes não chegam lá)

Acho que todos sabem que falo dos nossos belos Hospitais. Tenho a certeza que o autor da série já teve de ir a um hospital português e inspirou-se nessa experiência para depois fazer a série. (teve foi a sorte de sair de lá com vida, é um dos poucos com o qual acertaram no diagnóstico).

As unicas diferenças da série para os hospitais portugueses, é que na série o hospital está aberto e tem boas condições, que lá as pessoas vão ao hospital quando estão mesmo doentes, e que, mas é por ser série, por mais que falhem a equipa acaba por atinar com o diagnóstico.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

quinta-feira, 8 de março de 2007

Citações fora do contexto IV

Mais uma vez, escrevo aqui, declarações (citações) de uma pessoa, que coloco na boca de outra. Outra essa que podia e fazia todo o sentido que as tivesse feito.


1º “Não há forma de ficar linda e viçosa até ao fim”
(Betty Grafstein comentando que tem consciência do que é a velhice, e que já não há plastica que a salve)

2º “Os príncipes já pediram um irmão e será sempre bem-vindo”
(Dom Duarte de Bragança, comentando que os filhos querem mais um irmão, e que se sente envergonhado de ter de pedir mais uma vez ao Padeiro)

3º “Foi um momento lindo invejável, só lamento que ela esteja a sofrer”
(Violador comentando a sua violação a uma jovem adolescente)


4º”Os Portugueses não tem testículos”
(Castelo Branco falando sobre a sua experiencia pessoal com os portugueses)


5º “Estou quase a chegar aos 30 e já fui para um ginásio” (Micolli comentando que já perdeu peso)

6º “Se o GPS avariar, temos de saber guiar-nos pelas estrelas” (Carlos Sousa para o seu co-piloto antes do Dakar)

7º “Tenho o hábito de dormir nu” (José Cid, dizendo que aquela foto a tapa-lo com o disco de ouro não foi execpção é pratica corrente em casa dele)

8º “Já fiquei com um olho negro”(Michael Jackson, defendendo-se que afinal não é tão branco como dizem)

9º “ Não faço a minima ideia do que é bem vestir” (José Castelo Branco, justificando porque se veste assim)

10º “ Eu confesso, na adolescência, a minha alcunha era girafa” (Marques Mendes, dizendo que afinal não é tão baixo como querer fazer parecer)



Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas
Anastercio Leonardo

p.s: No comentário mais uma vez deixo as citações na boca das pessoas certas

terça-feira, 6 de março de 2007

Paulo Portas o regresso - reacções em privado

Eu como vocês já sabem controlo muitas coisas. E consegui algumas reacções em privado sobre o regresso do Portas. Até do além consegui obter reacções


Conversa entre Cavaco e Sampaio

- Então Sr Presidente já sabe que o Portas vais voltar. Eu bem tentei, acabar com ele quando o demiti juntamente com o Santana, mas nem assim ele desaparece.

- Oh Sr. Dr, nem me diga nada, o rapaz não me consegue ver a ter sucesso. Primeiro foi o jornal, Independente quando eu era Primeiro-Ministro, agora que sou Presidente resolve voltar a ser lider de um Partido. A minha sorte é que ele é pequeno, porque senão resolvia ir para o atletismo para ver se batia os meus
recordes"

Santana Lopes
"Tch....o gajo passou-se de vez. Eu bem lhe disse que solário a mais lhe ia fazer mal, mas nunca pensei que os efeitos secundários fossem assim tão graves"







Mussolini

"Heil...! É sempre bom saber, que mesmo depois de mortos ainda somos referência para alguem. Este rapaz que aqui deixo a foto, ainda tem de aprefeiçoar um bocado o gesto, mas está quase lá. Os ideais e a pose totalitaria, e de ego elevado estão perfeitas, só falta mesmo o gesto.


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

O Regresso de Portas - as primeiras declarações

Caros amigos ando há uns tempos para falar do anuncio de regresso do Paulo Portas.

Pensei, pensei no que teria para dizer, e nada me ocorreu, como tal, resolvi colocar as declarações de alguns politicos da nossa praça.

Marques Mendes

" Fixe, estou mesmo contente. Já estava farto de ser o lider do maior partido da oposição, e no fundo ser o mais pequenino de todos os lideres partidarios. Ao menos com o Portas não se nota tanto a diferença de alturas"



José Socrates

"Olhe eu não faço comentários, e além disso essa pergunta não estava previamente combinada, e eu, só respondo se souber as perguntas com tempo. Mas olhe aproveito para fazer uma saudação que o Paulo Portas apercia...Heil...! Isso para não dizerem que o Primeiro-Ministro não tem sentido de humor"



Ribeiro e Castro
"Calma ai que isto aqui não é o da Joana, o da Prima, o do Telmo Correia, o do Pires de Lima, o do Nuno Melo, o do Mota Soares....ok. Isto ainda é dos militantes, e os militantes, votaram em mim....por isso se o Dr Paulo Portas quiser a liderança terá de ir a votos, porque eu não me demito e aproveito para dizer que as eleições terão de ser marcadas numa altura em que eu não tenha de estar em Bruxelas, pode ser?"

Francisco Louçã
" O Paulo Portas regressou? Ai e o Miguel não me avisou nem nada. Mas sabe...o Bloco de Esquerda está a pensar em pegar no Paulo Portas, amarrota-lo até ele ficar assim do tamanho do António Vitorino e depois encosta-lo a parede. Porque o Paulo Portas representa os valores de direita, e nós no Bloco de Esquerda apesar de sermos tolerantes, sermos pela liberdade, achamos que os ideiais de direita devem ser esmagados"



Jeronimo de Sousa
"O Paulo Portas voltou?? Está tolinho de todo. Perdeu os parafusos de vez....!"










Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

segunda-feira, 5 de março de 2007

Isto é cultura!

Depois de uns dias de ausência, voltei.

Conclui que vocês, meus queridos leitores, eu e mais um ou outro anonimo que cai aqui por erro e não volta aparecer, mereciam descansar. Porque ler estas coisas inuteis que eu escrevo cansa e faz perder tempo.

Como tal hoje vim aqui desfazer um mito.

Anda por ai muita gente, a dizer mal de uma das grandes obras literárias dos ultimos anos em Portugal. O livro "Eu, Carolina"

"ah aquilo é um livro sem qualidade"

" ah aquilo é leitura de casa de banho"

"ah nem sei como é que a___________, uma editora de tanto prestigio publica um livro daqueles" (omite a nome da editora porque não me quiseram pagar a publicidade)

"ah esse livro é livro de parteleira de estação de serviço, ao lado daqueles filmes de truca truca"

"ah...não tenho opnião formada sobre esse livro....mas eu se quer que lhe diga, acho que faz falta ao livro mais desenhos e fotografias, para a malta que tem dificuldade em ler, perceber a história. Isso é que era...agora sem fotos e desenhos não dá....não presta o livro...."(há sempre os que falam mesmo que não tenham nada para dizer)


Mas eu não posso estar de acordo.

Para mim, este livro juntamente com o do Carrilho, e o do Santana Lopes, são as três grandes obras literárias de Portugal dos ultimos tempos, e vai ficar para a história como umas das melhores de sempre.

Se bem que o da Carolina, consegue chegar mais longe, porque não se limita apenas a falar de conspirações e politica. Fala também de amor, traição, sexo, e de problemas do foro intestinal como a flatulência.

Absolutamente brilhante!

Mas para aqueles que não concordam com a minha opnião, e acham que o livro da Carolina não tem qualidade, e não merece ser considerado uma obra literária, deixo aqui um exemplo como eles estão errados, e que há quem partilhe da mesma opnião que eu.


Nesta imagem tirada numa livraria de renome nacional e internacional, podemos reparar como, o contéudo do livro de Carolina é equiparado ao conteúdo de obras que falam de grandes acontecimentos e de personagens que tiveram grande influência na História Mundial, ao ser colocado lado a lado a livros como os que falam de Hitler, de Mozart, de Cristavão Colombo, de Leonardo Da Vinci, da Primeira Guerra Mundial, do Iraque, de Estaline, da História de Portugal, entre outros. (obviamente que o livro de D.Duarte está lá por engano, porque alguém se esqueceu de o arrumar na prateleira dos livros de Humor).


No futuro, e daqui a uns anos, o livro de Carolina vai ter o reconhecimento nacional que merece, e vai deixar de ser olhado de lado, passando a ser equiparado a outras grandes obras nacionais como o Amor de Perdição, Os Lusiadas, Os Maias, e um qualquer romance que o José António Saraiva, director do Sol, venha a escrever, porque segundo ele, terá, qualidade para ser premiado como Nobel da Literatura.


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo




quinta-feira, 1 de março de 2007

Citações fora do contexto III

Mais uma vez, escrevo aqui, declarações (citações) de uma pessoa, que coloco na boca de outra. Outra essa que podia e fazia todo o sentido que as tivesse feito.


1º “Alguns psicólogos defendem que as mulheres não tem tendencia para ficar com um só parceiro” (Elsa Raposo, justificando porque está continuamente a mudar de namorado)




2º “Era bom que se soubesse que há uma obra destas” (Presidente da Câmara de Loulé falando do Estadio de Futebol Faro-Loulé que tem estado vazio, porque ninguém o usa)





3º “Não vejo TV desde o 11 de Setembro de 2001” (Osana Bin Laden num chat árabe, quando um estudante do Corão lhe perguntava se tinha visto o irmão a ir pelos ares no Iraque, e que a Al Zarira tinha transmitido em directo as imagens)




4º “Nunca nos vemos com os mesmos olhos que os outros nos vêem” (Stevie Woonder comentando que não costuma ficar bem nas fotografias)



5º “Prefiro ir para a cama com um homem de 60 anos do que com um de 20” (Carolina Salgado, quando ainda namorava com Pinto da Costa)




6º “Seria Capaz de comer cão" (Cavaco Silva na viagem à Índia falando para um assessor depois de andar há 6 dias a pão e água por causa do picante indiano)




7º “Nunca terão a ousadia de nos atacar, nem eles nem os seus amos. Não fariam algo tão estúpido” (Saddam Hussein dias antes de ser atacado pelos Estados Unidos)




8º “O pai é o Eddie Murphy” (Mãe de Esmeralda, confessando afinal quem é o verdadeiro pai)




9º “É complicado, só com muito café.." (Arbitro português que não se quis identificar, a explicar porque pedia café ao Major e ao Pinto da Costa)



10º “Rapava-lhe a barba e pintava-lhe o cabelo” (Eduardo Beauté comentando o que mudaria em Odete Santos)



Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas
Anastercio Leonardo

p.s: No comentário mais uma vez deixo as citações na boca das pessoas certas

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Sem comentários II

Realmente eu acho que devia fechar o blog, porque a Sra Dona Fátima Felgueiras arruina com qualquer tentativa de ter piada. Porque qualquer coisa que eu diga não chega nem de perto ao humor desta Sr Dona Fatima Felgueiras.


Hoje deixo mais uma tirada humuristica deta Sra Dona Fátima Felgueiras.


"é normal e habitual que os partidos tenham contas paralelas ”


Bem por este andar já estou a imaginar esta Sra Dona Fatima Felgueiras a dizer tiradas como estas:

"É normal violar o PDM nas autarquias, quando é oferecido um apartamento ou um automovel"

"Os sacos azuis são uma pratica corrente, e toda a gente os tem"

"Eu não fugi para o Brasil, só fui lá visitar uma amiga, e olhe fui ficando"

"No Tribunal ninguem me avisou, o que aconteceu foi que por acaso a Sra Dra Juíza me precisava de pedir um favor por causa de um alvará, e olhe no meia da conversa perguntei-lhe como estava a correr o trabalho dela, e ela disse-me, olha tenho aqui uma ordem para interrogar a Presidente da Câmara de Felgueiras, amanha de manhã,e ela lembrou-se de perguntar " mas olha não és tu a Presidente da Câmara?". E eu disse-lhe que sim, mas que não me dava muito jeito porque tinha de ir visitar uma amiga ao Brasil, mas quando voltasse falava com ela na boa."

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Sem comentários

Hoje o meu post, não vai ter nada da minha autoria, a não ser a introdução e a despedida.

Porque o que aqui eu vou transcrever só por si já tem muita piada, nem preciso de comentar nada.


Aliás, até posso afirmar que este é o meu unico post que tem piada.


E o que vou transcrever é isto:

Fátima Felgueiras:


"Não há nenhum autarca tão preocupado com a lei como eu"


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas
Anastercio Leonardo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Noite de Oscares

Foi noite de Óscares e eu resolvi também dar os meus Óscares ao que se passou em Portugal nos últimos tempos

Actor

José Socrates no desempenho do papel de Primeiro-Ministro, é que vai tão bem que até parece que o homem foi feito para o cargo, e que é competente.


Actriz

Carolina Salgado, pelo seu grande desempenho no Eu Carolina. É que aquilo foi tão bem feito tão bem feito que até parece que é verdade...Embora peque pelo exagero. Pinto da Costa metido com meninas em bares de alterne???? Naaaaaaaaaaaaaaaaaaa!.

Actor Secundário

João Soares, papel que desempenha há muitos anos na vida politica portuguesa, um papel sempre secundário, mas já era tempo de lhe dar um prémio qualquer, para ele deixar de se queixar e de insistir em ter um papel mais notório. Quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré

Actriz Secundária

Maria José Morgado, mulher com tomates, que apesar de merecer um papel principal, foi abafada por Carolina Salgado,e limitou-se a ficar com um papel secundário na tramóia do Eu Carolina. Mas apesar de tudo merece a estatueta.

Animação

O filme entre Ribeiro Castro e a bancada parlamentar do PP. Aquilo é que foi animação. E é giro ver adultos a representar como tudo não fosse um belo de um desenho animado.


Realização

Os noticiários da TVI, que bem realizado. É que é de tal maneira bem feito que eu por vezes penso que estamos mesmo perante um noticiário com noticias a sério e tudo.


Musica

O General, e a sua mulher, que apesar de terem uma ordem do Tribunal para entregar a criança,a Esmeralda, continuam com ela e a dar musica à Justiça


Canção Original

Alberto João Jardim, com o Bailinho da Madeira. Que bela musica, e como ele a canta, a dança e a interpreta bem. Merece o prémio.


Filme

Toda a trama em trono da Câmara de Lisboa. Que filme, traição, corrupção, abuso de poder, roubo. Só falta mesmo mortes. Mas assim já seria mais na onda do Hitchcock e não ganharia.


Argumento Original

Carmona Rodrigues e a confusão gerada em Lisboa. É que é preciso ter imaginação para imaginar um filme e uma historia como a que está acontecer recentemente em Lisboa.


Argumento Adaptado

Maria das Dores, com a história de mandar o motorista brasileiro mais o amigo matar o marido podre de rico que queria o divorcio. Realmente eu já vi isto em algum lado....mas apesar de tudo, merece o prémio, por ter sido a primeira a fazer isto em Portugal.



Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Urgências


Pelos vistos o governo quer acabar com algumas urgências pelo país fora.


Eu ao contrario de toda a gente até concordo. Porque acho, que já é tempo de haver respeito pelos médicos e adoecer a horas decentes.


As pessoas tem de compreender que a partir das 8 da noite não é bom para ficarem doentes. Ou adoecem antes ou aguentam até o dia a seguir. Era incrível obrigar os médicos a ficarem acordados pela noite fora, só porque alguem, a quem não dava jeito faltar ao trabalho ou ir mais cedo ao hospital resolve ter um ataque cardiaco, um enfarte, um acidente ou outra coisa qualquer fora de horas.


As pessoas quando querem ir a um cinema ou ir jantar fora, cumprem os horários de funcionamento, não se lembram, a meio da noite, “ah vou ao cinema” ou “ah apetecia-me comer um bife na Portugalia”. Porque se fossem lá davam com o nariz na porta.


Mas porque é que com os hospitais tinha de ser diferente, não tinha.


Por isso a partir de agora, todo o cidadão se quiser ficar doente que seja a horas do expediente.


Já estou a imaginar como vai ser a partir de agora.



Exemplo 1



O marido sente-se mal depois de jantar e diz: “ai maria acho que estou a ter um enfarte,


A mulher vai-lhe responder: “oh José, deixa de se medricas e vê se aguentas até amanhã, já sabes que o hospital está fechado e não recebe ninguém a estas horas, por isso cala-te e não me chateies, que estou a ver o Paginas da Vida”




Exemplo 2



Alguem assiste a um acidente onde ficam todos feridos com gravidade, liga para o 112, e de lá respondem-lhe: “olhe, agora não dá muito jeito porque não temos para onde levar os feridos. Mas eu deixo aqui anotado e amanha é o primeiro serviço a ser feito. Já agora faça um favor, arreste os feridos e os carros para a berma, para a estrada ficar livre.




Exemplo 3


Mulher gravida: “Oh querido acho que me arrebentaram as águas, e ele vai nascer”


Marido:”És sempre a mesma coisa, não te podias ter lembrado disso há uma hora atrás, agora está tudo fechado. Aguenta até amanhã, mas também quem aguentou 9 meses aguenta mais um dia”



Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Diário de uma viuvá rica na Prisão – Dia 3 e seguintes


Dia 3 ao dia de hoje

Querido diário.


Há muito que não te escrevo, mas como te tinha dito, o meu advogado passou por cá, e levou-me a mão, isto é a protese, para arranjar. Agora já não passo a vida, a ter de por óleo.


Mas a espera acabou por ser mais demorada, porque o Zé veio visitar-me, e eu aproveitei, para lhe pedir para me levar a mão a manicure. Como diz o outro, se Maomé não vai ter com a montanha vai a montanha ter com Maomé. Ou será quer ao contrário....não sei, baralho-me sempre nesta coisa. Os árabes são mesmo do piorio.

Estava a falar do Zé e isso é que interessa. Olha, querido diário ele foi um querido. Para começar foi super chique porque chegou tarde e a más horas, e armou uma confusão para entrar. O Zé continua cheio de estilo. Adorei mesmo estar com ele e falar com ele.


Sabes aproveitei para tirar umas fotos e fazer uma entrevista para a Caras. Estas a ver querido diário, como sempre consegui ser capa da Caras, quando tu todo invejoso, dizias que a unica coisa em que eu conseguia ser capa, era no meu proprio diario porque tinha posto la uma foto.


O Zé foi impecável e um querido, trouxe-me uma caixa do meu chá preto de Darjeeling. Vá, assim ao menos vou passar a dormir descansada, porque posso beber o meu chá preto de Darjeeling.


O meu filho, o Davidinho, aquela coisa linda que tu conheces, continua a estagiar na Vougue, em Nova Iorque. Está cada vez mais parecido com o Zé. Assim com muito estilo e glamour, excêntrico, e cheio de tiques.

Sempre disse que fazia bem ao rapaz passar umas noites em casa do Zé. Só o cadaver do meu ex-marido é que se opunha (ih ih...desculpa a piada do cadaver mas não resisti a este pequeno apontamento de humor negro para veres que mesmo na prisão mantenho o meu bom humor)


Sabes que o meu filho até já dá entrevistas e aparece nas revistas e tudo...!Estou muito orgulhosa dele.


No entanto tenho andado triste, com as noticias que vão saindo. A dizer que eu devia dinheiro aos Bancos.

Eu sei que devia muito dinheiro aos Bancos. Mas eu acho que tinha o direito de viver com aquilo a que tenho direito. Como com o meu chá preto de Darjeeling, as minhas férias na casa do Alvor, as minhas roupas da Loja das Meias, as “minhas” jóias de ouro,(pus “ “ porque elas eram de uma prima do Duarte, mas ficaram tanto tempo lá em casa, sem ela me as pedir de volta, que sei lá, pensei que ela já não as queria), o meu carro topo de gama, etc etc.

Não sei como é que as pessoas não são sensiveis ás minhas necessidades.


E além disso como dizia a minha mãe ladrão que rouba a ladrão, tem mil anos de perdão. E os Bancos são uns ladrões (Agora que penso nisso, a minha mãe no que diz respeito a fazer uma tramóia para limpar o sarampo ao meu marido, não falou em perdão.).


Mas bem...falando do dia-a-dia aqui na prisão. Continuo acordar por volta das 8h15m, tomo o pequeno almoço, se é que podemos chamar aquela coisa almoço, porque pequeno na verdade é. Vou para o recreio, e lá brincamos a cabra cega. Curiosamente calha-me sempre a mim ser a cabra cega. Mas eu não percebo porquê porque ate vejo muito bem.


Depois por volta das 11h45, vamos almoçar. Mas eu praticamente que nem toco na comida. Aquilo é nojento. Acaba o almoço e vamos outra vez para o recreio brincar a cabra cega, e curiosamente à tarde, também sou novamente a cabra cega.


Por volta das 17h45, em vez de ir beber o meu chá preto de Darjeeling, vou jantar porque é a essa hora que ele é servido. Como aqui o cozinheiro é sempre o mesmo, mais uma vez, volto a não comer quase nada. Mas até tem sido bom porque tenho perdido peso.


As 19h, é o recolher, e fecham as celas. Obviamente que para mim, continua a ser um quarto, porque é assim que lhe chamo, se bem que agora é mais uma camarata porque me puseram mais uma pindérica cá dentro.

São duas sem nível nenhum, que estão cá por suposto trafico de droga. Se ainda fosse cocaina, não havia mal nenhum, porque é uma coisa que não faz mal, que é tipo aspirina, agora droga, que só faz mal as pessoas é que não aceito nem suporto. Deviam ficar cá para sempre para aprenderem a não fazer mal aos pobres dos arrumadores.

Mas para além disso, não se sabem por no devido lugar. E se a que já cá estava era horrenda e pessima, porque se recusava ajudar-me a fazer a cama, esta ainda é pior, porque além de não ajudar ressona como o caraças e não prego olho.

Já viste o que tenho passado. Primeiro não dormia por causa da falta do meu chá preto de Darjeeling e da cama ficar por fazer. O Zé, todo querido, traz me o chá, só tinha ficado um problema que é dormir com a cama por fazer.

Vá, isso, já me estava habituar...agora metem-me esta ressonadeira profissional dentro do meu quarto, já não há quem aguente. Não prego olho, e depois no dia a seguir não sou uma cabra cega como deve ser. E não pode ser, eu onde estou gosto de dar nas vistas. Seja na prisão ou no jet-set.


Bem, querido diario estou muito cansada, e a pindérica, "a não ressonadeira", que dorme por baixo de mim, já está a dizer para eu apagar a luz.


Por isso boa noite e até amanha.


p.s 1: já estou aquecer a agua para beber o meu chá preto de Darjeeling


Este pedaço fictício do diário foi baseado nas noticias do Correio da Manha que aqui deixo os links, e que sugiro que leiam para perceber melhor o meu texto.




http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=231330&idselect=10&idCanal=10&p=200


http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=231389&idCanal=19




Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo



quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Citações fora do contexto II

Mais uma vez, escrevo aqui, declarações (citações) de uma pessoa, que coloco na boca de outra. Outra essa que podia e fazia todo o sentido que as tivesse feito.


1º “Já traí muito”

(Elsa Raposo, fazendo uma reflexão sobre o seu passado).

Comentário:Quem diria confesso que fiquei surpreendido


2º “Política e futebol não são incompatíveis”

(Major Valentim Loureiro, justificando-se porque é que foi durante tanto tempo e ao mesmo tempo Presidente da Liga de Futebol e Presidente da Câmara de Gondomar.).

Comentário:Ah pois não são nada, até costumam ser bem compatíveis, ou será corruptíveis?


3º “A minha filha estranha quando as pessoas me falam na rua”


(Cláudio Ramos, querendo dar a entender que há pessoas para além de familiares e amigos, dos poucos que tem, que lhe dirigem a palavra.)


Comentário: Se eu tivesse um Pai como ele também ficava surpreendido como é que alguem lhe dirigia a palavra.


4º “Digo cada vez mais coisas como os malucos”


(Dias da Cunha, ex-presidente do Sporting, num profundo acto de humildade e de mea culpa)


Comentário: A sério quem diria!! Mas fica-lhe bem reconhecer.


“Queria ser mais alta”

(Maria José Rita, ex Primeira Dama, comentando que se tivesse mais uns cm é que era)


Comentário: Mais ainda??


6º “Tenho dias que sou vaidosa”


(Odete Santos fazendo uma pequena inconfidência)


Comentário: Eh eu também tenho dias que sou um grande playboy, mas depois acordo para a vida, e isso passa-me

7º “O meu advogado disse-me logo que pelo menos dois a três mil euros vão cair na minha conta”


(Ex-cliente de Vale e Azevedo que não se quis identificar)


Comentário: pois sim, com o Vale e Azevedo como Advogado dinheiro a cair na conta do cliente...!


8º “Fiz uma operação ao nariz para corrigir um alto”

(Júlio Isidro falando sobre o seu nariz, marco tão peculiar e pelo qual é sobejamente reconhecido)

Comentário: Mas isso quando??


9º Vivem-se momentos incríveis na prostituição”


(Pinto da Costa comentando porque é que com aquela idade anda metido com meninas como a Carolina)

Comentário:Já não era sem tempo de começar a ouvir o outro lado da historia de uma ida a uma casa de alterne.



10º “Já roubei muitas imagens de outros escritores quando achei que ninguém ia perceber como o tinha feito”

(Clara Pinto Correia, confessando que sempre plagiou uma revista americana)


Comentário: Oh Clara lá como o fez não interessa. Já que opta pelo plágio, o truque é conseguir que ninguém perceba que o fez


p.s: no comentário vou colocar as declarações originais.


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País dasMaravilhas

Anastercio Leonardo

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Figuras Publicas

Há o hábito de falar das figuras publicas depois de elas morrerem. E isso sempre me entristeceu. Como tal há que falar nelas enquanto estão vivas. É que depois de mortas, à excepção de Salazar, que mesmo depois de morto é má pessoa, são todas as melhores do mundo. E eu não quero que isso aconteça. Quero fazer analises no Presente para estas serem objectivas e sem lamechices.


Como tal, hoje começo por um homem que está na berlinda


Carmona Rodrigues



Engenheiro Civil de profissão, e como todo engenheiro, é sempre de desconfiar porque os engenheiros geralmente não trazem nada de bom. Vários exemplo:Eng. Guterres, Eng. Fernando Santos, Eng. Belmiro de Azevedo, Eng. Sócrates, etc.

Carmona Rodrigues nasceu em Lisboa no ano de 1956, na freguesia de São Sebastião da Pedreira Pelo que se vê que as afinidades pelas construções civis e de tudo que tinha haver com pedras vem de pequenino.


Em novo jogou Rugby, e já afirmou que com ele aprendeu para a vida que a lealdade e a confiança entre a equipa é o que permite a cada um, na hora certa, não ter dúvidas de qual o seu papel; que cair em campo, com justa falta ou não, é um sinal de fraqueza para o adversário. Assim fica explicado porque é que o Carmona ainda não se demitiu.


Começou a sua vida politica como assessor do Secretário de Estado do Ambiente e do Consumidor, mas foi como Vereador de Santana Lopes na Câmara de Lisboa que ganhou notoriedade.


Ora se Carmona Rodrigues era da confiança de Santana Lopes, e se Santana é o que é, e além disso Carmona é Eng, como já referi, não consigo perceber como é que os lisboetas o elegeram. E dai talvez sim, o João Soares chegou a ganhar umas eleições em Lisboa.


No meio do mandato de vereador, chegou a ser ministro das obras públicas, onde fez grandes amizades com empreiteiros de referência nacional, e como já foi referido Carmona Rodrigues é uma pessoa que preza a lealdade.


Pessoa afável e de bom trato, não consegue dizer que não a ninguém.


Vive actualmente uma situação complicada com um vereador seu, Fontão de Carvalho, porque sobre ele recaem muitas acusações de falta de credibilidade e de decisões duvidosas. Realmente Carmona Rodrigues é um pouco ingenuo, porque bastava olhar para a cara de Fontão de Carvalho para concluir que um homem que aparece em publico com um corte e um cabelo daqueles não da garantias de credibilidade, nem que tivesse a vender sabonetes.


Contudo o PSD continua a dar-lhe confiança politica, pelo que, e como no Rugby, Carmona Rodrigues só cai ao chão se os opositores o placarem.


E, por exemplo não estou a ver a Maria José Nogueira Pinto, a baixar-se para apanhar um papel quanto mais para placar o Carmona. E o Sá Fernandes tem aquele tamanho todo mas cheira-me que é meio medricas, porque até para apanhar os tipos do Bragaparques mandou o irmão, não teve coragem de ir lá ele. Um homem que em idade adulta pede ajuda ao irmão mais velho é um homem que não os tem no sitio, logo não placa ninguém de certeza.


Como tal, e curiosamente a queda ou não do Carmona Rodrigues este dependente de um anão, o Marques Mendes, decidir ou não “placa-lo”.


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas


Anastercio Leonardo

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Terça Feira de Carnaval

Pois hoje é dia de Carnaval, está Sol por isso vou passar o dia assim, porque estou com uma ressaca daquelas.....!



Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Agora entendo porque foi o Sócrates à China



O governo de Pequim vai lançar uma campanha para ensinar os habitantes a formar filas ordeiras, parte da estratégia para melhorar a imagem da cidade antes dos Jogos Olímpicos de 2008.

Ora bem, aqui está uma hipótese de negócio para muito português. Porque agora os chineses vão aprender a estar numa fila e depois de aprenderem a estar numa fila, nós portugueses podemos ir para lá ensina-los a furar as filas, e a passar à frente das filas.


Mas as hipóteses de mercado de trabalho não ficam por aqui, porque antes dos Jogos Olímpicos de 2008, os responsáveis políticos de Pequim pretendem ainda erradicar o hábito chinês de cuspir para o chão. Ora bem se é um hábito, ele não vai desaparecer assim tão facilmente, e quem é o maior especialista mundial em cuspir para o chão?

É o português.

Que não só é mestre na arte de cuspir para o chão, mas também na arte de disfarçar esse mesmo acto. Assim os chineses não só podem continuar a cuspir, como também arranjam estratagemas para não serem apanhados e assim evitam pagar a multa que vai passar a ser aplicada (50 renminbi = 5 euros).


Agora fica explicado o porquê da viagem à China, é que Sócrates foi tentar que a formação profissional nestas duas áreas fosse dada a Portugal. E ainda por cima ia ser mão de obra que todo o Governo Chinês gosta: barata!

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Domingo - dia de descanso


Pois hoje é Domingo e também tenho direito de descansar!
Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas
Anastercio Leonardo

sábado, 17 de fevereiro de 2007

Semanário do Anastercio

2º Feira

Na segunda-feira, no dia a seguir ao referendo do Aborto, houve analises das estatísticas. Algo que todo o português que não seja estudante de matemática gosta de analisar.
O grande problema da actualidade e que realmente interessava aos portugueses (acima do desemprego, do aumento de impostos) ou pelo menos a 44%, ficou resolvido.
Agora vamos esperar que os deputados escrevam o projecto-lei, que a aprovem, e que depois a regulamentem. Depois ainda temos de esperar um bocadinho, para que o presidente a promulgue. E ficar a espera que ninguém se lembre de dizer que por o referendo não ser vinculativo é inconstitucional e como tal tocar a intentar um processo junto do Tribunal Constitucional. Depois decide não decide, por este andar, quando a lei for aprovada e posta em prática os hipotéticos abortos, nasceram e já são maiores de idade....!



3º Feira
Rescaldo da declaração do Juiz conselheiro Sá Nogueira que levantou a questão no programa «Prós e Contras».de cada subscritor do «habeas corpus» para libertar o militar acusado de sequestro de uma menor deverá pagar 480 euros de custas. Ora bem se o Sócrates queria resolver os problemas da falta de dinheiro para a Justiça, o senhor Juiz arranjou-lhe a solução...ora bem 480€ x 10.000 mil assinantes+juros...ora bem é só fazer as contas!


4º Feira

Dia dos namorados, como tal em homenagem deixou algumas mensagens que foram escritas pelos casais de pombinhos nessa data:

1º "1009 beijinhos doces e fofos para o meu doce lindo k eu tanto adoro... catarina..." J. Pinto

2º"Fernanda; mulher da minha vida decorrido tanto tempo de casamento, onde há amor, carinho e cumplicidade, Surpreendi-te?" ass. Pereira

3º" A minha namorada de vez em quando zangada Me dá belo sabor. A barafustar e a rezingar mostra que é por Amor!" Ass: Eduardo Silva

4º "Amo-te muito Rato." Ass. Coelho

5º" Ana Paula Pereira, Amo-te meu doce amor! teu nenuco." Ass N. P.

6º"As palavras nunca poderão definir o k sinto por ti! Empadão! És simplesmente Linda! Amo-te!" ass: 16*21

7º"Filipa Matos, adorava que este dia fosse comemorado por nós c/ amor e paixão. Queres jantar comigo e c/ a Maria?! Ass. José Carlos matos

8º" Fui atingida pela seta do cupido desde então nunca mais nos separamos,amo-te muito meu bombeiro!" Ass. Cátia

9º Gata garfields amo-te muito, és a gata mais fofinha do mundo. Aproveita bem este dia na minha companhia." Ass: Beijinhos do teu gato Garfields

10º" "Inês minha eterna namorada. Nosso amor é imortal, vence a erosão do tempo e a ditadura da morte. Amo-te infinitamente." Helder

11ºInês mulher mais amada do mundo, o poeta disse: o amor é eterno enquanto dura. Errou! O nosso dura porque é eterno." helder

p.s: Esta recolha de mensagens teve a colaboração de uma amiga minha a PP


5º Feira

Alberto João Jardim afirmou: “Os Portugueses não tem testículos” Mas quer dizer que ainda estamos piores do que antigamente. É que já tivemos a alcunha de tomates, quando na 2ª Guerra colaboramos mas não entramos. Agora já nem os tomates temos. O que se segue, o que vamos perder a seguir: “Os portugueses não tem pernas” .....!


6º Feira

Parece que houve mais um jogador do Benfica que foi apanhado nas malhas do doping. Depois do Futebol, do Basquetebol, agora chegou a vez do Rugby. Mais uma vez, e como nos casos anteriores o jogador Paulo Barata acusou uma substancia dopante, o mascarante sinasteride. Mas ao que parece tanto o Paulo Barata, como os dois outros jogadores do Benfica, tomaram-na para evitar a queda do cabelo. Eu compreendo os jogadores do Benfica, é que desde o Vale e Azevedo que os careca não são vistos com bons olhos pelos lados da Luz.


Sábado

Parece que Augusto Duarte foi condenado por posse ilegal de arma. Ao que parece o arbitro tinha uma pistola calibre 6.35 mm em sua casa. Realmente é tramado,então ele como suspeito do Apito Dourado, como ia ele fazer para se defender da Policia quando esta o fosse buscar? Quer dizer na Amadora os traficantes de droga podem ter armas para legitimamente se defenderem da Policia, já um arbitro não pode.


Domingo

Dia pacato em que nada acontece. A não ser os Shoppings abarrotar de gente, e as pessoas a cumprirem todas os limites de velocidade dentro das cidades (30 a 40 km/hora), nas estradas (50 a 60 km/hora), nas auto-estradas (90 a 100 km/hora).
p.s: Para quem estiver intressado em comprar a versão integral do Semanário do Anastercio, deixo aqui os locais de venda:

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

Diário de uma viuvá rica na Prisão – Dia 2


2º Dia

Querido diário

Tive um dia péssimo e terrível. Vamos por partes.

Em primeiro lugar ontem depois de me despedir de ti, pedi o meu chá preto de Darjeeling.. A senhora Guarda, mandou-me calar, e disse para eu dormir,e não a chatear. Juro que desde que discuti com a Lili Caneças, que não vi mulher tão idiota e tão estupida. Fiquei furiosa.
Agora entendo, o que o Zé, sentiu quando esteve na prisão. Dormi pessimamente, e mal preguei olho.

Hoje de manhã, acordaram-me aos berros. Nem eu, acordava assim a minha empregada interna. , quando aos Sábados chegava as tantas da manha dos jantares de casa do Zé, e a obrigava a ir fazer-me o chá preto de Darjeeling.. Tu sabes como eu não me deito sem o meu chá preto de Darjeeling.. Eu acordava-a sempre com delicadeza, só que ela parecia que quando dormia ficava surda, e então tinha de berrar. Mas berrava com classe que eu sou uma senhora educada.

Como estava a dizer, acordaram-me aos berros, e ainda por cima nem tiveram o cuidado de me levar o pequeno almoço à cama. Fiquei logo mal disposta. Deitei-me mal disposta, acordei mal disposta. Exactamente o que eu sentia antes de ter planeado aquilo com o brasileiro. Se era para continuar acordar mal disposta e a deitar-me mal disposta, mais valia ficar tudo igual, poque ao menos tinha a cama feita e bebia o meu chazinho preto de Darjeeling antes de me deitar e levavam-me o pequeno-almoço à cama.. De maneiras que como deves calcular fiquei logo com uma enxaqueca.

Mas o pior ainda vinha ai. Bem espera ai um pouco, que tenho de por óleo no prótese outra vez, e como sabes sem isso não consigo escrever porque a mão fica perra..!

Como estava a dizer, o pior vinha ai.

É que resolveram-me enfiar uma pindérica sem nível nenhum no meu quarto, vá aqui chamam cela, mas eu recuso chamar esse nome sem status e sem classe ao local onde eu pernoito.Ainda assim tratei-a bem, como faço com todas as minhas empregadas. Obviamente que ela não é igual a mim, e eu com educação tentei fazer-lhe ver as diferenças. Olha não só se recusou a fazer a cama, como também me começou a gozar por eu ter uma prótese, e ainda foi contar às outras presas a minha história. Que desaforo e que lata dela, já viste. Por causa desta pobretanas sem nível, sem classe passei o dia a ser gozada e a ser chamada de viuvá ricaça, dondoca, finória. Passei uma das maiores vergonhas da minha vida.

Ao almoço, comi açorda. Mas aquilo era uma papa impossível de comer. Que saudades tenho eu do Papa Açorda. Nem os meus cães comem aquilo. Ao jantar ainda foi pior. frango assado com batata frita. Que comida de pobre. Já viste o que eu sofri, eu uma senhora da alta habituada a comer de tudo que há de melhor a ter de levar com frango assado e batata frita. Ai as saudades de comer tostas com caviar, ou de cear no Gambrinus. Mas nem tudo é mau, é da maneira que faço uma dieta.

A seguir ao jantar, tentei jogar cartas, mas nenhuma sabia jogar Bridge. Realmente que falta de nível cultural. Pelo que resolvi vir para aqui escrever e falar contigo. Mais uma vez, vou dormir em cima da cama sem lençóis nem nada, porque a cama continua por fazer pelas razões que tu já sabes.

Bem vou me deitar que estou com uma enxaqueca desde manhã. Infelizmente, vou voltar a deitar-me sem o meu chazinho preto de Darjeeling, mas esta espelunca não tem room-service.

Ver se amanha ligo ao meu advogado para ver se ele poem estes tipos na ordem, e me leva a protese para arranjar. Por isso se eu amanha não falar contigo é porque me levaram a mão (Salvo seja..eheheh...apesar de tudo não perdi o meu sentido de humor)

Boa noite querido diário.



Estes dois pedaços fictícios do diário foram baseados na noticia do correio da manha que aqui deixo o link, e que sugiro que leiam para perceber melhor o meu texto.

http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=231221&idselect=9&idCanal=9&p=200

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

Diário de uma viuvá rica na Prisão – dia 1

Olá, vocês não sabem, mas eu sou uma pessoa influente e consegui que um amigo meu que trabalha na Prisão, me arranjasse o diário da Maria das Dores.

Mas quem é a Maria das Dores?

Maria das Dores é uma senhora do Jet-Set, que está detida por ter eventualmente mandado matar o marido. Dai eu querer saber o que uma senhora do Jet-Set, uma tia se sentirá na Prisão.

Já há uns tempos, houve uma tia do Jet-Set , Castelo Branco, que passou uma noite na prisão, e toda a gente se riu com o que foi relatado pelos guardas prisionais. E foi só uma noite...agora imaginem saber o dia-a-dia durante uma série de dias de uma tia na prisão.

Então pus-me a mexer e consegui copias do diário que passo a mostrar partes dele:

1º Dia

Querido diário

O burro do brasileiro estragou o nosso esquema. Os senhores da Judiciária foram-me buscar a casa. Foi horrível, o carro era velho, no minimo, deviam ter-me ido buscar num BMW. Além disso não tinha estofos de couro, não tinha ar condicionado, e pior, não tinha DVD. Senti-me envergonhada. E se alguem me via dentro de um carro sem estofos de couro e de uma marca inferior ao BMW.Os senhores da Judiciária eram nojentos, e sem nível nenhum. Para começar estavam pessimamente mal vestidos, e pior, parece que iam todos aos saldos juntos, porque estavam todos vestido de igual e roupa daquela só nos saldos.

Além disso, não tinham educação, porque quando chegamos à prisão não me abriram a porta nem me ajudaram a sair do carro. Fracamente, nunca vi nada assim.

Depois de lá estar, puseram-me neste quarto onde agora te escrevo. (Espera ai um bocado, que tenho de por óleo no prótese, porque assim não consigo escrever porque a mão fica perra). Bem continuando, onde é que eu ia. Já sei! Puseram-me neste quarto, e quando aqui cheguei, nem a cama estava feita. Achei isto incrível. Mas pedi logo o livro de reclamações, mas curiosamente a senhora guarda que estava ao serviço disse para eu me calar e não dizer disparates. Eu calei-me, também pensei para mim, “coitada, com o dinheiro que aqui ganhas nunca deves ter ido a sítios decentes, por isso mesmo que eu te explicasse o que é um livro de reclamações não ias compreender, sua pindérica”.

Bem estou a ficar cansada. Acho que vou ver se durmo. Embora vá dormir em cima do colchão, porque a cama não esta feita, e eu não sei como se faz uma cama, nem vou fazer. Eles que façam....que uma senhora não suja as mãos, ups, no meu caso não suja a prótese e a outra mão a fazer a cama.

Vou ali chamar a senhora guarda para ele ligar para a cozinha para me trazerem o meu chá preto de Darjeeling. Bem sabes que não me deito sem o beber. Este sitio manhoso deve ter serviço de quartos.Espero!

Boa Noite querido diário, amanha volto a falar contigo.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Citações fora do contexto

Hoje resolvi pegar em frases ditas por uma pessoa, mas vou pô-las noutra, que podiam perfeitamente ter dito a mesma

1º "Não tenho intenção de partir para outros voos. Já voei o suficiente em política para estar feliz."

(Santana Lopes - Chefe de Gabinete de Sá Carneiro, Secretario de Estado da Cultura, Deputado Europeu,Presidente do Sporting, Presidente da Camara da Figueira da Foz, Presidente da Camara de Lisboa, Primeiro-Ministro com contrato de seis meses, rescindido ao fim de 4 meses, Presidente do PSD, candidato a Primeiro-Ministro, novamente Presidente da Camara de Lisboa, Deputado, anda por ai actualmente.)


2º "Lisboa não é Felgueiras."

(Carmona Rodrigues - Presidente da Camara de Lisboa, desabafando que em Lisboa há muitos mais juizes do que em Felgueiras, pelo que, não conhecia o Juiz, não era das suas relações, e nunca se tinha cruzado com ele no Café Central)

3º "Gosto de beber o meu vinho e não o vou deixar de fazer"

(Cidadão Português, de brandos costumes, após ter sido apanhado pela milessima vez com excesso de álcool no sangue, comentando o acontecimento a familiares e amigos)

4º“Seja qual for a lei, o segredo de justiça será sempre violado.”

(Director do 24horas, mostrando-se optimista em relação ao futuro do seu Jornal, porque Capas chocantes nunca irão faltar)

5º “A ideia ‘eu sou muito bom mas não sei mexer em computadores e não vou à Internet’ é, num governante de hoje, uma forma de analfabetismo.”

(Cavaco Silva, Presidente da Republica, explicando porque se inscreveu com o seu neto mais velho, no FutureKids, aos Sábados de manha nas aulas de informática)

6º "Os árbitros são como os diamantes. São eternos. Uma vez comprados (os diamantes), são para sempre.”

(Major Valentim convencendo Pinto da Costa que o verdadeiro negocio dos diamante não está em Africa mas mesmo aqui em Portugal na Superliga, na compra de árbitros. O pior é que o Pinto da Costa, pensava que as meninas do Calor da Noite também eram, não percebeu que o Major só falava de árbitros)

7º "Se [Maria José Morgado] não conseguir resolver o caso [Apito Dourado], ninguém consegue."

(Luís Filipe Vieira, comentado com Veiga, isto ou é agora ou nunca. Se não for agora, nunca mais o Pinto da Costa vai dentro, e o FCP começa a perder e com isso o Benfica a ganhar)

8º “Acho que é possível voltarmos a ter 16 a 17 por cento.”

(Ramalho Eanes, pensando na hipótese de voltar a ressuscitar o PRD, e pensando que um País, onde um bloco de Esquerda elege deputados, é um País onde tudo é capaz de acontecer, pelo que sonhar não faz mal )

9º "Continuamos a ser o país mais centralista da Europa."

(Ribeiro e Castro, comentando que falta pouco para ser eleito Primeiro-Ministro, é tudo uma questão de tempo, e que se o seu grupo parlamentar não "o Abortar", isto é , lhe der 10 semanas sem o interromper, ele é capaz de levar o partido a liderança do País. Agora interrompe-lo antes dessas 10 semanas é que não pode ser)

10º"Bonito na democracia é o respeito pela maioria. E ainda mais bonito é o respeito pelas minorias"

(Castelo Branco, dizendo como se sente sensibilizado, quando o respeitam)

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País dasMaravilhas

Anastercio Leonardo

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Numa de Referendos

Já que estamos numa de referendos, eu acho que deviamos fazer outros e já tenho as perguntas pensadas e tudo.

Por exemplo:

1º Droga

Concorda com a despenalização da droga, em que qualquer pessoa pode livremente injectar-se com uma agulha limpa fornecida pela farmacia da cunhada do Ministro da Saude, e com uma seringa nova, vendida pela Seringas SA, propriadade do irmão do Ministro da Economia, em qualquer local desde que depois limpe tudo, e ponha a agulha no Seringão?

Sim__ Não__ (aqui votava não)


2º Prostituição

Concorda com a despenalização da prostituição, em que qualquer Homem pode livremente ir para a cama com outra mulher, desde que essa mulher trabalhe num local limpo, com pouca luz, use oleos lubrificadores, use preservativo, e que no dia a seguir não se esqueça de tomar a pilula?

Sim___ Não__(aqui votava Sim....)


3ºAlcool

Concorda com a despenalização de alguem que é apanhado com excesso de alcool, porque bebeu a noite toda de palinha?

Sim__ Não__ (aqui votava Não, que paneleirice é essa de beber de palinha)


4ºIncendio

Concorda com a despenalização de alguem que provoca um incêndio porque estava a fazer uma queimada com os discos da Mafalda Veiga, dos D´ZRT, os livros da Carolina Salgado, da Paula Bobone, da Margarida Rebelo Pinto, e de toda e qualquer pessoa que só por ter aparecido na TV escreveu um livro, e ainda com as revistas e jornais onde existem cronicas do Carlos Castro e do Castelo Branco?

Sim___ Não__(aqui votava sim)


5º Agressão



Concorda com a despenalização da agressão, de uma pessoa que agride outra, porque essa outra se parece em todos os sentidos, com uma das seguintes: o Claudio Ramos, o Castelo Branco, a Lili Caneças, a Paula Bobone, o Carlos Castro, o Louça, o Socrates?

Sim___ Não__(aqui votava sim)


6º Insulto

Concorda com a despenalização de quem insulta outra porque essa outra se parece em todos os sentidos com uma das seguinte: o Claudio Ramos, o Castelo Branco, a Lili Caneças, a Paula Bobone, o Carlos Castro, o Louçã, o Socrates?

Sim__ Não___ (aqui votava sim)


7º Violação

Concorda com a despenalização de quem viola outra em local publico e sem dar nas vistas, nem fazer barulho, porque essa outra é extremamente atraente, sensual, estava com um decote sugestivo, e dirigiu-nos a palavra para perguntar as horas?

Sim__ Não__ (aqui votava Sim, porque um Homem não é de ferro e ela é que se meteu com o pobre inocente)


8º Suicidio

Concorda com a despenalização de quem se tentou suicidar depois de ter estado pelo menos 30 minutos a resistir as insinuações sexuais da Lili Caneças ou da Odete Santos?

Sim__ Não__ (aqui votava Sim, embora julgue que 10 minutos já justificava a despenalização)


9º Corrupção

Concorda com a despenalização da corrupção, quando o que se dá em troca é umas voltas com umas profissionais dignas, fruta, e café?

Sim__ Não__ (aqui votava Sim, por amor de Deus, são bens de primeira necessidade, qualquer dia tambem é crime uma pessoa receber o ordenado ao fim do mês)

10º Fuga ao fisco

Concorda com a despenalização de quem não paga impostos, porque tem mais que fazer ao dinheiro, como por exemplo gasta-lo com a secretaria, com a menina do cabeleireiro, em carros novos, na casa de ferias do Algarve, em viagens, e outros bens de primeira necessidade?

Sim__ Não__ (aqui votava Sim, acho que o dinheiro deve ser gasto e bem gasto, e não deve ser dado a quem o gasta mal)


Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País dasMaravilhas

Anastercio Leonardo

terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Aborto - Sim

Houve um referendo em Portugal.

O referendo foi sobre o Aborto, ou segundo outros sobre a interrupção voluntaria da gravidez.

Na minha opinião o referendo foi sobre a interrupção voluntaria da gravidez, porque se o referendo fosse sobre o Aborto, teria sido sobre a Odete Santos, e considero que essa senhora não tem status para haver um referendo sobre ela.

Agora apesar de eu considerar que o referendo foi sobre a interrupção voluntaria da gravidez, e não sobre o Aborto, considero que mesmo chamar-lhe isso não faz qualquer sentido.

Em primeiro lugar, acho que aquilo que se interrompe é possível retomar. E que eu saiba os fetos, ou crianças interrompidas, vão para o lixo, e não para um frigorifico. Porque quando termina a dita ininterrupção, a parteira, medica, curiosa, carniceira, não diz :” olhe volte aqui quando lhe der jeito retomar, que o feto ou a criança interrompida fica aqui no congelador, e depois é só dar este talãozinho, que voltamos a retomar a gravidez”

Em segundo lugar o voluntária. Tem piada, porque eu fiquei com a ideia que as mulheres iam lá porque sofriam pressões dos maridos, namorados, dos patrões, da sociedade, etc. Mas se calhar não, se calhar vão lá de forma voluntaria como quem dá sangue “olhe ouvi dizer que aqui queriam fetos ou crianças interrompidas, eu vinha cá dá o meu. Já tenho lá em casa duas terminadas, posso bem dar este”. Ou dizem “olhe eu nem preciso dele, pode ficar com o meu feto ou criança interrompida”

E por ultimo parece que sempre há gravidez. É que sempre que eu vejo uma mulher gravida, acho que se costuma dizer filho. Nunca ouvi dizer “olha quantos meses tem o teu feto”. Mas pelos vistos o que a mulher tem la dentro é um feto...ou vai-se interromper uma criança. E eu a pensar que as crianças é que tinham o habito de interromper, pelos vistos elas também são interrompidas....!

Agora vamos analisar os resultados do referendo.

O Sim ganhou. Mas eu acho que o Sim fez batota, e a campanha foi uma clara concorrência desleal.
Reparem que o Sim tinha como portas bandeiras: a Odete Santos, o Sócrates, o Louçã, o Fernando Rosas, o Jeronimo de Sousa, a Edite Estrelas. Já estou a imaginar criancinhas a chorar ao pé dos pais a dizer “oh pai eu não quero ser assim quando for grande!” E os pais a pensarem, realmente para virem a ser assim no futuro, mais vale interrompe-las enquanto são fetos, ou crianças a tempo de serem interrompidas.
Com uma campanha destas foi fácil ganhar..!

Mas dos resultados é de realçar o resultado da Abstenção, 56%.
Isso só prova como o povo português é profundamente católico, e continua acreditar”só se engravida por obra e graça do Espirito Santo, e que este só engravida quando é para engravidar, pelo que nunca há gravidezes que não é suposto existirem, logo o problema daquela coisa que se chama interrupção voluntaria da gravidez não se poem” (pus aspas porque é o povo abstencionista a pensar)

Agora é só esperar que a lei surja, como tal aconselho a que nos próximos dois anos a dez anos, interrompam algo que surge muito antes de surgir o feto ou a criança a interromper.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das
Maravilhas

Anastercio Leonardo

sexta-feira, 24 de novembro de 2006

Rapidinhas!

Vou fazer aqui um resumo do que se passou esta semana

1º O Veiga voltou a ser noticia, porque alegadamente meteu dinheiro ao bolso na transferencia do JVP. Mas o Veiga veio logo dizer que não, que ele esteve lá como amigo, e que não sabe de dinheiro nenhum, e que é mais uma cabala contra ele. Ora depois do Carrilho, e do Santana Lopes, por certo vamos ter mais um livro deste senhor. Eu até fico contente, porque é sinal que a escrita humuristica está em alta. (ups...mas será que o Veiga sabe escrever.....?)

2º A Tonicha voltou a aparecer e a cantar na televisão. (para quem não sabe Tonicha é a que canta "ora zumba na caneca ora na caneca zumba"). Para mim, foi uma desilusão. (só comparavel a desilusão de ver pela primeira vez a Olga Cardoso na TV no "Amiga Olga". Aquela voz sexy tem esta cara??? dasssss!!). E ainda por cima, cantou em playback. Mas a rapariga esta em forma, e qual Lucky Luke conseguia cantar mais depressa que a musica.

3º Por falar em Olga Cardoso, ela tambem regressou. E esta igual, ao que estava ha 10 anos. Agora eu não sei se isso é muito positivo. Será que ela há 10 anos tinha 60 e tal anos e parecia que tinha 70 anos ou agora que tem 70 e tal anos quer parecer que tem os mesmos 60 anos!! Não sei...só sei que nesse dia dormi mal a noite.

4º Parece que houve mais um mordomo que saiu de casa do(a) Jose Castelo Branco (desculpem o do(a) mas realmente não sei o que aquele(a) é ao certo). Mas quantos mordomos tem aquele(a) tipo(a)??? A mim parece-me que aquele palacete em Sintra é mais uma versão a bichanada da mansão playboy.

5º Soube hoje que a Paula Bobone (será que é assim que se escreve.....??) levou um estalo de um arrumador. Agora muitas questões me viearam a cabeça. Ela está chateada porquê?

1º Porque o arrumador indilicadamente lhe deu uma bofetada sem luva branca?
2º Porque além de ser sem luva branca, foi com a mão esquerda?
3º Porque só lhe deu um estalo, e ela queria dois?
4º Porque lhe deu um estalo, e não estava lá nenhuma das suas "amigas" para ver?

Agora porque razão lhe deu um estalo o arrumador?

1º Porque a Paula Bobone lhe disse que ele estava mal vestido e mal penteado?
2º Porque a Paula Bobone disse que ele não tinha modos a pedir a moedinha, e que devia é ler o seu livro de boas maneiras?
3º Porque a Paula Bobone lhe fez uma proposta indecente (usem a vossa imaginação que eu não quero nenhum processo...mas podem começar a imaginar com palavras como sexo e cama) em troco de umas moedinhas, e de um banho?

Eu inclino-me para a ultima hipotese...o arrumador a pensar:"sou pobre, drogado, mas não estou assim tão necessitado de dinheiro..dasss...por quem me toma....!" E zas deu-lhe um estalo. Mas seja qual for a razão eu só digo que o estalo foi muito bem dado.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Regressei...!

Ao fim de ter estado quase 4 meses sem escrever voltei.

E parece que 4 meses não é tempo nenhum...mas não...em 4 meses muita coisa acontece.

Por exemplo em 4 meses a Elsa Raposo conseguiu ter 3 namorados, tirar e por(calma não é de preservativos que falo....) 3 tatuagens com o nome dos amados...! Alias acho que para este ultimo teve de rapar o cabelo porque já não havia mais espaço no corpo para tatuar o nome de mais nenhum namorado.

Nestes 4 meses, o Santana Lopes consegue escrever um livro em que culpa tudo e todos pelo que lhe aconteceu. Alias há mesmo um capitulo em que ele se atira ao Times New Roman tamanho 12, por o ter tramado no discurso de tomada de posse, onde ele andou aos papeis para o ler.

Começou uma nova série dos morangos com Açucar, totalmente diferente. Há uma rapariga que namora com um rapaz, que gosta de outra. Essa outra começa a nomarar com ele, e a abandonada faz tudo para tramar a nova namorada do seu ex-namorado. Pelo meio a cenas que se passam dentro da sala de aula, há um bar onde os adolescentes nunca bebem alcool nem fumam(pois....!), há uma banda de que todos são amigos e que todos adoram, e há um desporto em que a protagonista é pró, e há um ou outro puto rebelde. Como estão a ver, uma nova serie totalmente diferente.

O Veiga ficou sem a mobilia. Parece que os credores foram lá e levaram tudo de valor, quadros, mesas, discos do marco paulo, naprons, as rendas, etc etc. Parece que apenas la ficou, um Dragão Dourado, que eles não quiseram pegar...!


A Ministra da Educação teve a proeza de conseguir por do mesmo lado professores e alunos. Acho que deviamos pensar seriamente em convidar a Ministra para presidente da Liga, porque pelos vistos haveria fortes probabilidades de o Pinto da Costa, o Veiga, e o Luis Filipe Vieira voltarem a sentar-se a mesma mesa a comer fruta, e a tomar cafe com leite.
Ou então, porque não, propor o nome da Ministra para mediar o conflito Israel-Palestina.
Já que ela parece ser tão boa a conseguir unir pessoas com interesses antagonicos.

O José Cid voltou a ser moda, e a cantar em progamas de TV, a dar entrevistas....só espero que ele não se lembre de voltar a tirar uma fotografia nu. Se na altura foi mau, agora nem quero imaginar. Antes ver uma da Lili Caneças.

E podia continuar...mas apenas falei do que me pareceu mais importante. Prometo que vou estar atento.

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastércio Leonardo

terça-feira, 11 de julho de 2006

Carta de Amor

Pois é caros amigos, há mais de um mês que não escrevia nada....mas é que tenho andado com muito trabalho.

Mas hoje, resolvi partilhar com vocês uma carta de amor escrita por mim. O Verão está ai e é altura de falar de amor.

Então cá fica

"Amo-te. Pura e simplesmente amo te. Porra não sei o que se passou comigo mas tu
garina realmente apanhaste me desprebenido.

És tipo o Cristiano Ronaldo, em que os defesas nem
sabem como ele os finta, os mens pregados no chão.

Eu não digo que tenha ficado pregado no chão mas quando te vi pela primeira vez, foi como se me tivessem pregado uns pregos nós pés como fizeram ao J.C na cruz.

Então foi assim ia eu no meu pacato cantinho (que eu não sou de dar confiança nem de chatear ninguém) no regresso da labuta a caminho do metro para ir para a minha
humilde casa (umT0 com casa de banho e tudo e com bista para alguma coisa, mas como tenho as persianas avariadas há muito tempo, já não sei qual são as bistas) quando deparo que na paragem do metro algo brotaba com grande cintilancia, algo de esplendoroso, algo de concupiscente, algo de pulcritude

Esse algo era tu, xabala. Simplesmente tu, a garina dos meus sonhos. Essa tua simplicidade, aliada a uma doce inocência entrou dentro de mim numa rapidez invejábel. Foi um disparo mais rápido que a tua própria sombra. Qual Lucky Luck qual quê. Todo o meu ser se envolbeu num calor abrasador, parecia que estaba a arder em chamas ( tipo castanhas assadas) mas ao mesmo tempo fiquei frio como o gelo.

A luz que cintilaba de dentro da tua pessoa eclipsou-se para dentro do meu ser.
Fiquei de tal maneira estático que as pessoas que passabam na rua confundiam me com um homem estatua qualquer. O que nem foi mau de todo bisto que ainda fiz uma broas croas, que me deram para ir beber umas bejecas.

Nunca pensei que tal me sucedesse. És a minha musse, a minha Deusa., a minha Fénix
renascida. Mas tu estas ai no Olimpo onde é bedada a entrada a qualquer comum
dos mortais como eu. Onde não adianta conhecer o porteiro, nem o tio nem a tia, porque
ai só com cartão de cliente da casa .

Nem me bale a pena fazer umas assas como as do Ícaro, porque tu estas tão lá em cima que é impossível sequer avistar-te, quanto mais sonhar em tocar te.

Não bale apena correr atrás de ti porque és mais rápida que o Speddy Gonzalez.
Passo os dias sem comer , a noite não consigo dormir. Pudera estou com uma fome do
caraças.

Endrominaste me por completo. Não tive hipótese de me resbalar.

Espero que ao leres esta carta desperte algum interesse dentro da tua pessoa mais propriamente o que eu queria dizer era que esta carta te diga algo e te faça sentir qualquer coisa ; como dizem os franceses queque sousa; aqui pelo Anestercio Leonardo!

Bem sem mais nada de importante, vou fazer o obséquio de me retirar e deixar te a bontadex xavala!

Beijão grande do teu Anastercio Leonardo que te ama do fundo do coração!"

Sem mais Anastercio Leonardo

quinta-feira, 27 de abril de 2006

Finalmente sou o primeiro em alguma coisa!

Tenho uma novidade a contar. Fui considerado a pessoa mais feia do Mundo.

É verdade fui mesmo. A luta foi ardua mas consegui.

A minha primeira vitória foi no meu prédio. Era apenas o segundo mais feio, e fui o segundo mais feio durante 20 e tal anos seguidos. Mas entretanto a vizinha do 8º ESQ resolveu fazer a depilação total ao corpo, e então passei a ser o mais feio do prédio.

Em seguida o objectivo era ser o mais feio do bairro, que também só consegui depois de terem convencido a senhora que vende flores lá em frente do meu prédio, que a barba às mulheres não ficava bem, e que era melhor corta-la.

Bairro conquistado, faltava conquistar a cidade, que consegui conquistar depois da Olga Cardoso ter feito uma plástica e de terem oferecido um par de dentes novos ao emplastro.

Após tudo isto o objectivo era conquistar Portugal. E só ao fim de duas plásticas da Lili Caneças é que a consegui destronar. (ah vocês devem estar a perguntar, ei ei, seu convencido não te esqueceste do Castelo Branco da Odete Santos e da Ana Drago!?). Mas não me esqueci, o Castelo Branco não entra no concurso porque o concurso é só para seres humanos, a Ana Drago e a Odete Santos, porque fizeram batota, ao fazerem umas plásticas para ficarem assim. (Realmente ninguem pode ser assim tão feio!!).

Por ultimo faltava conquistar o Mundo, que conquistei quando o Michael Jackson passou a usar uma mascara para tapar a cara, e agora foi para o Dubai, para tapar o corpo todo.........ai é que vou ser imbativel.

Prometo que vou aproveitar este título para ajudar acabar com a Guerra, a fome do Mundo, e ajudar a que o ambiente seja cada vez melhor. (é que nós também sabemos falar como as Miss Universo)

Sem mais deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastércio Leonardo

quarta-feira, 26 de abril de 2006

Curtas, mas apenas curtas, nem por isso boas

1º Filipe Vieira, o Kadafi dos pneus, é de tal maneira mafioso, que até o Pinto da Costa trabalha para ele. Filipe Vieira para intimidar a Carolina Salgado, para que não voltasse acontecer cenas como as que fez no Estádio da Luz, mandou um dos seus serventes, dar-lhe uma coça. O escolhido foi Pinto da Costa, que apesar de namorar com ela, obedeceu sem contestar as ordens, del padrinho!!

2º Parece que nas comemorações do 25 de Abril foram os deputados todos. É que quando o patrão vai ao emprego a coisa muda de figura, e não é dia Santo para ninguem. E ainda há muito respeito pelo chefe Anibal.

3º No outro dia ouvi dizer que ia dar um filme sobre a Paixão de Cristo, fiquei todo contente, vou ver um filme sobre Maria Madalena. Mas qual não é o meu espanto quando verifico que afinal o filme é sobre a morte de cristo.

4º O FCP foi campeão, e alguns jogadores do FCP cantaram aquela musica muito conhecida, SLB SLB FDP SLB FDP SLB..... a sorte deles é que o romance entre o patrão e a Carolina acabou, que se não é que iam ser elas. "então como é, dizer que a Carolina tem um filho do Benfica......já para a equipa B"

5º As eleições do Sporting estão ai, e já há 3 candidatos. E eu a pensar que a presidencia do Sporting era tão desejada como a do cargo de admnistrador de condominio, estava enganado. Ou então há mais tolos do que eu imaginava, e ainda por cima estão todos no mesmo lado.

6º O João Almeida lider da JP resolveu candidatar-se a presidencia do PP. Acho bem que se tente realizar os sonhos, mas se é esse o conceito de um PP sexy, vou ali e ja venho.

7º No outro dia li que em Portugal se investia pouco na ficção portuguesa. Acho injusto, porque a TVI investe e muito. Todos os dias das 18h ate depois da 0h é so novelas portuguesas. É os morangos com Açucar, é o TVI Jornal, é o Dei-te Quase tudo, etc etc.........

8º O Irão vai recuar no seu progama de armas nucleares depois de ouvir Freitas do Amaral dizer que o uso da força era uma opcção e que Portugal estaria ao lado das Nações Unidas, que é o mesmo que dizer, está ao lado do que o Bush decidir. O Presidente do Irão pensou logo, "Portugal é que não, a sua potente frota maritima comprada pelo ex-ministro da Defesa Paulo Portas, derrota-nos na boa. Enquanto era só o Bush a chatear, ainda vá lá, agora o Freitas e a frota maritima portuguesa não!! Cancele-se já o progama"

9º Margarida Rebelo Pinto finalmente pode ficar contente. Já a podemos equiparar a um escritor de sucesso internacional. Tal como Margarida Rebelo Pinto também Dan Brown, foi acusado de plágio. Confrontada com estas acusações Margarida Rebelo Pinto respondeu, sim, tenho investido nesse novo estilo literário, chamado plágio. O jornalista ainda disse, mas sabe que isso é crime?. Não ainda não sei se vou fazer um romance ou um policial, mas o estilo que vou usar é o plágio. Sou uma inovadora, lá fora já se usa, mas cá, ainda não.....!!

10º Eu até costumo gostar de ver os Morangos com Açucar, mas acho que no outro dia o episodio foi forte e longo de mais, não era preciso filmar o funeral todo...................!

11º Há uns dias fiquei esclarecido sobre para onde iam os chineses que iam desaparecendo ao pé de onde eu vivo, sem haver funerais. Aquela inspecção ao restaurantes abriu-me os olhos...............e agora entendo o nome do arroz xau-xau. Quando nos trazem a mesa e dizem, "aqui está o arroz, xau-xau"! O arroz é o que vamos comer, o xau-xau são eles a despedirem-se dos familiares.

Sem mais, deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

terça-feira, 25 de abril de 2006

Revolução de Abril

Pois é meus amigos é dia 25 de Abril, e festejamos a revolução, a queda do regime Salazarista.

Faz hoje 32 anos a Democracia Portuguesa, e diga-se de passagem que para a idade está um bocado decrépita e já fazia uma operação plástica. O seu aspecto não é dos melhores. Até a Lili Caneças com o dobro da idade, ou o triplo, tem melhor aspecto.

Mas vamos falar do que interessa, vamos fazer umas correcções históricas.

Em primeiro lugar, o nome porque é conhecida a revolução, é um erro Nunca esteve para ser esse. O nome que era para ser dado era Revolução dos Cravas e não dos cravos.Houve foi um pequeno erro, ao trocar o O pelo A. Aliás se fosse para escolher uma flor nunca teria sido um cravo, mas sim uma flor mais revolucionária tipo cannabis, folha de coca. Agora um cravo, por amor de Deus!! Na verdade nunca se pensou escolher uma flor, alguma vez o macho militar português de bigode e camisa aberta e de patilhas iria permitir que uma flor fosse o simbolo da revolução, claro que não. Alias o futuro mostrou claramente que era para ser a revolução dos cravas. Basta ver o que é a democracia. É o crava emprego, é o crava subsidio, é o crava tacho, etc. etc.

Em segundo lugar, a musica que era para ser escolhida não era a do Paulo de Carvalho, mas sim a musica da Tonicha “ora zumba na caneca ora na caneca zumba”.Isto sim uma musica revolucionaria, macha, operária. Mas como o Paulo de Carvalho tinha uma grande cunha e a musica da Tonicha não estava na playlist teve de ser aquela “E depois do Adeus…” Houve alguém que se lembrou de propor uma musica do José Cid mas foi logo fuzilado. Vá se lá saber porquê.

Em terceiro lugar, aquela imagem do miúdo a por um cravo na arma, não era para ser assim, era mais o soldado a por a arma no…….(fui alvo de censura e do lápis azul nesta parte do texto….e ainda dizem que vivemos em Democracia)

Em quarto lugar o nome que era para ser dado ao movimento revolucionário não era MFA mas sim, FRA, em homenagem ao Zeca Afonso. O problema é que o gajo que pela primeira vez falou neles era dislexico e trocou-se todo, então ficou assim, e como já estavamos numa Democracia, ai de alguem que disse-se, "mas olha que não é assim!", pois levava logo com um "como é, estás a censurar-me, não é assim porquê, ai ai, queres ver que este pensa que é da PIDE"

Depois de ter contribuído para repor a verdade histórica, que já convenceu o nosso novo PR que hoje já não usou o cravo, nada tenho mais a dizer.

Sem mais, deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo

p.s: Peço desculpa por comparar a Lili Caneças a Democracia, a Democracia não é assim uma coisa tão má.

segunda-feira, 27 de março de 2006

Parabens a Você!

Pois é, ontem tive uma festa de anos. Perdão, uma festa de aniversário, não quero cá confusões e trocadilhos. E cheguei a conclusão que a musica que se canta sempre nos Parabéns, não faz qualquer sentido, e gostava de saber quem foi o idiota que inventou tal letra.

"Parabens a você" (é assim, se estamos lá, é porque somos amigos do aniversariante, e se assim é porque o estamos a tratar por você)

"Nesta data querida"(lá por o gajo fazer anos, não vai fazer daquele dia do ano, um dia mais importante que outro qualquer, porque raiu somos todos hipocritas e dizemos que aquela data é querida, e que é um dia do mês que todos nós gostamos. Já não há pachorra para tanta hipocrisia)

"Muitas felicidades, muitos anos de vida" (uma frase razoável, se bem que desejar a alguem muitos anos na vida, é assim um bocado abichanado)

"Hoje é dia de festa" (duhhhh se estamos todos lá, a beber e a comer, e a rirmos é obvio que é dia de festa, não é preciso dize-lo, quanto mais canta-lo, toda a gente sabe que está numa festa)

"Cantam as nossas almas" (bem, ainda bem que são as almas que cantam, é porque geralmente esta musica é sempre mal cantada pelas almas, acredito que pelas pessoas iria ser um panorama mais aterrador)

"Para o menino (a)..." (podemos estar a cantar a musica a um velhote de 90 anos, mas teimamos em chama-lo menino...........que rídiculo)

"Uma salva de palmas" (se ainda fosse uma salva de prata.......vá lá, agora alguem me diz para que serve uma salva de palmas)

E há uns ousados que ainda cantam a versão alongada que em vez de melhorar, piora a musica.

"Tenha tudo do bom, do que a vida contem" (o que as pessoas querem dizer, mas não tem coragem...........é droga, gajas, alcool, e ferias o tempo todo)

"Tenha muita saude e amigos tambem" (quer dizer que nós que estamos lá não somos amigos, é!??! Então estamos lá a fazer o quê??? Se o gajo tem um grupo de gajos a cantar-lhe os parabens, que se dizem amigos, porque estamos a desejar para que ele arranje amigos)

Sem mais, deste vosso amigo, Anastercio Leonardo, que escreve de Portugal, esse País das Maravilhas

Anastercio Leonardo